Atenção, estamos na estação dos factóides políticos

Os colunistas e os blogueiros políticos nem precisam se esforçar: alguns políticos e seus assessores têm cuidado de alimentá-los com notícias e fotos sobre as inúmeras reuniões que fazem para articular a defesa e a salvação de Brasília e discutir os gravíssimos problemas que assolam a cidade — e, claro, de quebra formar as chapas que disputarão as eleições em 2018. A maior parte dessas reuniões são meros factóides organizados para garantir a nota e a foto.

Esse é o período em que os políticos com mandato acham que precisam aparecer a todo custo, para assegurar a reeleição ou a ascensão para um estágio mais alto. Alguns se anunciam candidatos a governador, quando pensam mesmo é em se eleger deputado federal ou senador. Outros se colocam “à disposição” para disputar qualquer cargo, quando já sabem muito bem o que querem.

E haja cafés, almoços, jantares, reuniões e encontros “acidentais” que eles possam expor no Facebook e no Instragram e que rendam espaço nas colunas e nos blogs. E haja demagogia.

Leva isso a sério quem quer. Sim, há quem leve.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *