Três partidos mostram que muro não é só para tucanos

Na linha de ocupar espaços em colunas e blogs, PDT, PV e Rede divulgaram nota comunicando “aos cidadãos e cidadãs” do Distrito Federal que decidiram sobre oito pontos, dos quais dois têm alguma relevância:

“6 – Comprometer-se em propor um processo de discussão programática para constituir uma alternativa para o GDF, oferecendo quadros de seus partidos para compor uma chapa majoritária para o GDF.

8 – Reafirmar a abertura e o diálogo com outras forças políticas progressistas de forma pública, democrática e republicana.”

O que os três partidos dizem claramente é que pretendem estar juntos nas eleições de 2018 e estão abertos à adesão de outras forças políticas.

O que não explicitam na nota é que o PDT tem no deputado distrital Joe Valle um possível candidato a governador, vice-governador ou a senador. O também distrital Chico Leite é candidato ao Senado pela Rede. O presidente do PV, Eduardo Brandão, gostaria de estar em uma chapa majoritária.

O que fica bem claro é que, embora esses três partidos e seus principais parlamentares tenham inúmeros cargos no governo de Brasília, estão observando o cenário para decidir se ficam com Rollemberg até o fim — e vão com ele para as eleições — ou pulam fora e se declaram independentes.

Se Rollemberg melhorar o seu desempenho e o do governo e tiver chances de reeleição, ficam com ele. Se continuar mal, estarão contra ele.

 

 

 

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *