Pesquisa confirma o que se sabia: 91,4% não tem candidato em Brasília

Os resultados de pesquisas quantitativas feitas um ano antes das eleições são praticamente inúteis. Servem apenas para verificar o nível de conhecimento que os eleitores têm dos possíveis candidatos e esse dado é, geralmente, influenciado pelos resultados das eleições anteriores. Servem também, claro, para os candidatos mais bem colocados fazerem propaganda como se já estivessem eleitos, embora sejam inúmeros os casos de cavalos paraguaios que lideravam um ano antes e nem foram para o segundo turno.

A pesquisa realizada pelo Instituto Dataplan e publicada hoje pelo Metrópoles, porém, dá uma indicação importante, embora não seja nova: 91,4% dos eleitores de Brasília não sabem em quem votar ou não querem votar em ninguém nas eleições de 2018. Os que não sabem em quem votar são 58,9%. O nome mais citado espontaneamente é o do senador Reguffe, que não é candidato, com 1,6%.

Não há nenhuma novidade nos números apresentados, mas é bom que mais uma pesquisa confirme o que outras têm mostrado: os políticos tradicionais estão todos desgastados, apenas Reguffe é exceção. Os eleitores não se entusiasmam nem pelo governador Rodrigo Rollemberg (muito mal colocado) nem pelos que se anunciam, aberta ou disfarçadamente, como seus opositores, à direita e à esquerda.

Em situações normais os cenários para 2018 estariam indefinidos e seria bobagem falar em favoritos e derrotados. Na situação especial em que vivemos, falar em favoritos e derrotados é uma bobagem ainda maior.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *